Mais de um mês depois, o show, digerido…

Muito me preparei, muito me animei para este show. Foi bom. Talvez o melhor show de música que já vi. Mas não saí satisfeito.

Uma banda tocando no palco com muitas luzes
Não, não é do show que fui.

Algumas coisas precisam ser entendidas. Musicalmente a DMB performou como nunca. Tocaram de forma sensacional, foram mais de três horas de show, no final meus pés estavam pedindo arrego. Tirando algumas atitudes dos babacas que frequentam esses locais e acham que são donos do espaço, correu tudo de forma ótima. O preço da cerveja era exorbitante, mas ainda era mais barato que no aeroporto de Congonhas.

Aqui está o Setlist do show:

Seek Up

Pig

Shake Me Like a Monkey

Lying in the Hands of God

Funny the Way It Is

Pantala Naga Pampa

Grey Street

#41

So Right

Seven

Dancing Nancies

Crush

Lie in Our Graves

Bartender

Why I Am

Crash Into Me

Ants Marching

Some Devil

You & Me

Rapunzel

Do que eu reclamo então? Setlist bom, a banda tocando pacaiaiu, do que esse chato está falando?

Uma das coisas que gosto da DMB é a interação com o público. Por isso eles são tão bons ao vivo. Por isso eu tenho 5 versões diferentes de Crush ao vivo no meu falecido iPod (essa história eu conto depois). Mas toda a interação da banda com o público ficou no “Obrrrigado!” habitual. Frio. O show foi um ensaio para eles. Não vi nem sei como foi o show em São paulo, mas o do RJ foi frio.

E a outra reclamação foi a organização. Não do local do show, mas da profeitura do RJ. Levei duas horas para sair do local, pois não tinha nem ônibus nem táxi. No fim, dividi um táxi com umas gostosas de BH, que iam para um hotel perto da minha casa. Mas, com a sorte que eu tenho, elas colocaram um amigo para sentar ao meu lado. Sentou uma na frente e a outra na janela oposta. Nada diferente do meu dia a dia.

Como vamos hospedar dois eventos enormes, muito maiores que um show da DMB, com essa estrutura ridícula que temos?

Amplexos decepcionados.

1 comentário Adicione o seu

  1. confitê disse:

    Gostei da comparação com Congonhas.

    Eu já passei por isso – outra banda (Children of Bodom), outro show. A apresentação foi impecável mas… faltou PESO.

    É curioso como o show pode ser bom e você sair com a sensação de que faltou alguma coisa.

    Sinto pelas gostosas. Tente novamente na Copa ou nas Olimpíadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s