Lewis Hamilton é tão bom assim?

Calma, antes de correr no twitter para me cancelar, leia um pouco mais. Antes de mais nada, acho o Hamilton um puta piloto, dá gosto de ver as corridas com ele, apesar de ser chato pacas e estar sempre reclamando de tudo no rádio.

Hamilton hoje é hexacampeão, prestes a se tornar hepta, assim como o Flamengo Schumacher. Assim como o Schumi, ele agrega a equipe em torno dele, e, com isso, consegue extrair tudo do carro da Mercedes, que já é sensacional. Este ano (seu 14o na F1), ele está batendo todos os recordes do Schumi, e deve se tornar absoluto em termos de números na Formula 1. Mas…será que definir Hamilton com números é o mais certo nesse caso? Será que ele realmente é o melhor de todos os tempos, como as Luizetes os fãs e jornalistas especializados tanto alardeiam.

Bom, de cara, a F1 fez um ranking, baseado em Inteligência Artificial, dos pilotos mais rápidos que já passaram pela categoria. Tem algumas coisas meio estranhas, como o Kovalein na frente do Barrichelo e do Vettel, mas vá lá.

Nesse ranking, Hamilton é o terceiro, atrás de Senna e Schumi, o que está Ok. Até o fim da carreira dele, isso pode e deve mudar (lembre-se que acho ele um excelente piloto). Hamilton tem 14 anos na F1, contra 15 do Schumi (ele ficou 15 e depois voltou para mais três temporadas, mas vamos contar somente a época em que eles esteve da primeira leva).

Dessa forma, pode-se pensar que Hamilton está pau a pau com o Schumi, mas vamos olhar mais de perto.

Schumacher entrou para a F1 em 1991, dirigindo para a Jordan (uma corrida só), e depois para a Benneton pelo resto da temporada. Terminou em 14o, sem nenhum pódio nem vitória. Foram somente seis corridas.

Carreira do Schumi (Fonte: Wikipedia)

No segundo ano já estava incomodando todo mundo e ganhando corridas, até que em 94, quando os ajustes eletrônicos foram retirados e o Senna saiu da competição, ele ganhou o primeiro dos sete campeonatos. Reparem na parte em que ele está na Ferrari, são quatro anos até ele começar a ganhar, isso foi o tempo que ele levou para organizar a equipe em torno dele e fazer com que o carro fosse criado ao seu gosto (isso não é uma crítica, considero normal).

Agora vamos olhar o Hamilton. Ele entrou em 2007 pela McLaren correndo ao lado de Fernando Alonso. Terminou o capeonato em segundo e ganhou quatro corridas. No ano seguinte foi campeão (muito por conta da palhaçada da Ferrari com o Massa em Singapura, mas divago). Depois caiu um pouco e, em 2013 foi para a Mercedes e, em 2014 começou a era dos motores híbridos. Hamilton ganhou todos os campeonatos que disputou pela Mercedes, exceto 2014 e 2016.

Carreira de Hamilton até agora. (Fonte: Wikipedia)

Porra Marcelo, assim você está somente concordando com o que falam do Hamilton, qual o ponto?

O Ponto? Vamos ver. A Benneton em 91 ficou em quarto no campeonato de construtores, e, só foi ganhar um título em 95, com o Schumi. E lembrem-se, essa época era dominada pela Williams com o carro de outro mundo com suspensão ativa. Só em 93 a Benneton conseguiu uma suspensão ativa e em 94 ela foi banida. 92 e 93, Schumacher ficou em terceiro, contra essas Williams e com Senna correndo. Ou seja, estava tirando leite de pedra de um carro que não era do mesmo nível das Williams.

Carreira da Benneton (Fonte: Wikipedia)

Agora vamos à McLaren. Em 2007 ela fez 203 pontos mas foi desclassificada do campeonato, por conta do Spygate. Em 2008 (Ano em que Hamilton ganhou seu primeiro campeonato), terminou em segundo, e assim foi, segundo ou terceiro até a saída de Hamilton. Na Mercedes, ela foi segunda em 2013 e campeã desde então, seguidamente.

Aí está meu ponto. Hamilton nunca soube o que é andar em um carro ruim e tirar o máximo dele. Eu poderia fazer essa comparação com o Senna, que quase venceu Mônaco com uma Toleman, mas mas não quero viúvas me xingando por conta de minha posição dúbia em relação a ele. E o Schumi teve uma carreira mais longa também, assim a comparação fica mais fácil.

Mas voltando. Ele só dirigiu carros totalmente dominantes (Mercedes), ou que batiam de igual para igual com os principais adversários da época (McLaren). Ele tem uma lista impressionantes de recordes (veja aqui: Wikipedia), mas, para colocarmos ele em pé de igualdade com o Schumacher, temos de pelo menos tirar dois anos desses números, aí sim estaremos comparando coisas iguais.

Para terminar, eu acho ele um puta piloto, ainda novo (35 anos) e tem tudo para ainda ter mais uns quatro ou cinco na F1 e esmigalhar todos os recordes que achar. Porém, sempre se deve fazer essa ressalva quando se comparar números.

Amplexos.

PS: Só um adendo. O que me irrita profundamente no Luisão é o chororô no rádio o tempo todo. Tudo incomoda ele, quase igual ao Vettel. Quando se fala de Pneus então, putz, nem me deixe começar. O Youtubeiro Sim Dane resumiu isso perfeitamente em seu último vídeo:

Sigam o canal dele, é excelente. Bye.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s