Turin, Primavera de 2014

Ok, o título é Babaca. Mas quando comecei a escrever, logo pensei em Vinícius, “A carta que não foi mandada”: “Paris, Outono de 73”. Desculpaí. Mas de mais a mais, quero escrever sobre o Brasil. Amanhã à noite farão 50 anos do golpe militar que mergulhou o Brasil na mais longa ditadura de sua história….

Reencontro

O que é um amigo? Essa pergunta tem várias e várias respostas, desde a mais cuchi-cuchi “amigo é aquele que enxuga suas lágrimas” até a mais violenta “amigo é aquele que não separa briga, mas já chega dando voadora”. Mas ter um amigo, seja como você defina, é uma coisa memorável. Não importa se você…

Dois poemas…

Uma homenagem ao final de minhas férias com minha filha. Estou longe de ser um pai perfeito. Na verdade tenho muitas falhas, por vezes magoo ela com isso. Mas tento sempre me redimir e compensar isso. E uma coisa não me falta: amor pela minha filha. Ontem ela foi embora. E tive de me explicar…

E então…o alemão…

Lá vem mais um texto sobre a dominação do morro complexo do Alemão pelas forças policiais/federais no Rio de Janeiro. Sim e não. Não é que eu não tenha gostado do que aconteceu, mas acho que pouco se fala do que realmente acontece no Rio por esses dias. Primeiro deixa eu falar que achei simplesmente…

Irracionais? Nem um pouco.

Acho que os irracionais somos nós humanos. Uma filhote de joão de barro caiu do ninho e quebrou a asa, no condomínio onde minha filha mora. Depois de ser perseguido pelos selvagens garotos do condomínio, entrou por engano na casa do vizinho. Pegamos ele e colocamos em uma caixa de sapato, devidamente furada para entrada…

Legendas…

No melhor estilo Monty Phyton. Um vídeo genial. Precisa saber um pouco de inglês, mas preste atenção somente nas legendas que está bom. Amplexos,

Os Caçadores do iPhone perdido

Quando andar de táxi no Rio de Janeiro, a cidade Maravilhosa, tome cuidado. Muito cuidado. Uma Terça-Feira, por volta das 23h, eu  dois amigos pegamos um táxi, da Cooperativa que atende o Downtown. Eu sento na frente e os dois no bando de trás. O táxi me deixou em casa, e levou os outros dois…

Mais de um mês depois, o show, digerido…

Muito me preparei, muito me animei para este show. Foi bom. Talvez o melhor show de música que já vi. Mas não saí satisfeito. Algumas coisas precisam ser entendidas. Musicalmente a DMB performou como nunca. Tocaram de forma sensacional, foram mais de três horas de show, no final meus pés estavam pedindo arrego. Tirando algumas…

Ela de novo…

Desculpem-me os (poucos) leitores deste blog. Mas esta mulher solta pum com cheiro de flores. Preciso me lembrar de nunca aprender espanhol. Simplesmente ouvir essa mulher susurrar em espanhol nos meus ouvidos é o suficiente. Se eu entender perde a graça..